Aprender Português Europeu

Guia de Pronúncia das Vogais

Esta é a segunda parte deste Tutorial de Pronunciação do Português Europeu, na primeira parte explicámos a pronunciação das consoantes.

As vogais são a parte mais complexa da pronunciação portuguesa. Tal como o inglês, o português é uma língua de ritmo acentual e tem uma grande de sons vocálicos. As sílabas tónicas são pronunciadas mais fortemente, enquanto as sílabas átonas são curtas e geralmente as vogais átonas são pronunciadas com uma versão reduzida.

A boa notícia é que na maior parte das vezes há pouca ambiguidade. Sabendo as regras é possível ler português com uma pronúncia precisa.

Neste tutorial começamos pelas regras mais gerais, aquelas que são aplicadas na maior parte das vezes, e depois, vemos casos mais específicos.

Primeiro, passemos a conhecer as vogais:

Vogais orais:

NomeIPAGrafiasExemploAproximação em inglês
A aberto/a/A, ÁparteAHpart
A fechado/ɐ/A, ÂaméricaUHamerica
E aberto/ɛ/E, ÉaméricaEHamerica
E fechado/e/E, ÊmesaI~EHpin~pen
E mudo/ɨ/EdeU~UHthe~full
I/i/IbifeEEbeef
O aberto/ɔ/O, ÓmodoAWlaw
O fechado/o/O, Ô, OUportoOHcold (AE)
U/u/UfutebolOOfootball

Vogais nasais:

NomeIPAGrafiasExemplo
A nasal/ɐ̃/AM, AN, Ãcampo, planta, ilusão
E nasal/ẽ/EM, ENtempo, centro
I nasal/ĩ/IM, INimportante, interior
O nasal/õ/OM, ON, Õcompleto, longo, ilusões
U nasal/ũ/UM, UNtumba, adjunto

Como se pode ver, temos as 5 vogais básicas, com uma versão aberta e fechada para o A, E e O, uma versão muda para o E, e uma versão nasal de cada uma das 5 vogais básicas, baseada na sua forma fechada.

Acento Tónico - Regras de Acentuação

Uma vez que a pronunciação das vogais é fortemente dependente do acento tónico, é fundamental sermos capazes de identificar a sílaba tónica.

A vogal tónica é indicada por acentos. Estes, além de indicarem a sílaba tónica, dizem-nos a qualidade da vogal (aberta, fechada ou nasal).

Há o acento agudo (´) que marca as vogais abertas, o acento circunflexo (^) que marca as vogais fechadas, e há o til (~) que indica que uma vogal é nasal e faz dela a vogal com acento tónico a não ser que uma haja uma outra vogal acentuada nessa palavra.

Exemplos:

Vogal - AcentuadaQualidadeExemploIPASignificado
AÁAbertoxi'ta.ksitaxi
ÂFechadomara'cɐ.mɐ.ɾɐcamera
ÃNasalcanhão'ɲɐ̃w̃cannon
EÉAbertonix'fɛ.niksfenix
ÊFechadossego'pe.sɨ.gupeach
IÍ-impossívelĩ.pu'sivɛlimpossible
OÓAbertoópera.pɨ.ɾɐopera
ÔFechadorepôsrɨ.'poʃput back
ÕNasalrepõerɨ.'põjputs back
UÚ-único'u.ni.kuunique

Uma vez que acentuar todas as palavras seria extremamente chato, existem regras para prever a vogal tónica. Desta forma, apenas temos de acentuar as palavras cuja vogal tónica não seja prevista por estas regras.

As regras para prever o acento tónico baseiam-se na última letra da palavra, ignorando os S, M ou NS finais:

Terminação:Sílaba TónicaExemplos
A, E ou OPenúltimaborra, borras, borram, borracha, colhe, colhes, colhem, recolhe, molho, molhos
I ou UÚltimapari, paris, enfim, guru, gurus, atum, atuns
Consoantenormal, nuclear, ineficaz, hotel, remover, acidez, metanol, mentor

Pronunciação das Vogais Nasais

Qualquer vogal com um til, ou um N/M/NS no final da sílaba, será nasal.

Há apenas 5 vogais nasais e estas sempre correspondem à letra com que são grafadas.

A única exceção corresponde às palavras terminadas em AM e EM, que se tornam em ditongos nasais:

Terminação:DitongoExemploIPA
AMÃOfalam'fa.lɐ̃w
EMÃEfalem'fa.lɐ̃j

Pronunciação das Vogais Orais

Este é o caso mais geral:

LetraAcento TónicoVogalExemploIPA
ASimA abertocasa'ka.zɐ
NãoA fechadocasa'ka.zɐ
ESimE abertometro'mɛ.tɾu
E fechadomedo'me.du
NãoE mudoenergiainɨɾ.'ʒi.ɐ
I-IParispɐ.'ɾiʃ
OSimO abertocome'kɔm.ɨ
O fechadocomo'kom.u
NãoUcomo'kom.u
U-Uuniversou.ni.'vɛɾ.su

Agora um bocado mais completo:

LetraAcento TónicoContextoVogalExemploIPA
ASim-A abertocasadakɐ.'za.dɐ
NãoMaioria dos casosA fechadocasadakɐ.'za.dɐ
Sílaba terminada em L (normalmente)A abertoaltaral.'taɾ
Sílaba terminada em R (algumas vezes)açúcarɐ.'su.kaɾ
-Seguido de consoante nasal: N, M ou NHA fechadoano'ɐ.nu
amo'ɐ.mu
anho'ɐ.ɲu
ESim-E abertometro'mɛ.tɾu
E fechadomedo'me.du
NãoMaioria dos casosE mudoenergiainɨɾ.'ʒi.ɐ
Início de palavra (pode ser precedido por H)Ienergiai.nɨɾ.'ʒi.ɐ
Junto a outra vogalrealʀi.'al
poesiapu.i.'zi.ɐ
I--Iimagemi.'ma.ʒɐ̃j
OYes-Open Ocome'kɔm.ɨ
O fechadocomo'kom.u
NãoMaioria dos casosUPortugalpuɾ.tu.'ɡal
Início de palavra (pode ser precedido por H)Closed Ooceanoo.si.'ɐ.nu
-Sílaba terminada em L (algumas vezes)Open Ovoltagemvɔl.'ta.ʒɐ̃j
Raiz de palavras compostas (algumas vezes)O abertomotosserramɔ.tɔ.'sɛ.ʀɐ
U--Uuniversou.ni.'vɛɾ.su

Há um outro caso importante. Tanto o E fechado como o I costumam sofrer dissimilação quando estão junto a outros sons palatais.

No caso do E Fechado /e/, quando é seguido de consoante palatar ou o som vocálico I, este torna-se num ditongo decrescente com um A fechado e a semivogal I: /ɐj/.

VogalAcento TónicoContextoFicaExemploExemplo IPA
E fechadoQualquerSílaba: EIditongo EI

/ɐj/
leite'lɐj.tɨ
Sílaba: EXtexto'tɐjʃ.tu
SimSeguido de CHfecho'fɐj.ʃu
Seguido de Jvejo'vɐj.ʒu
Seguido de LHClosed Acoelhoku.'ɐ.ʎu
Seguido de NHsenha'sɐ.ɲɐ

No caso do I, incluindo os casos em que o E se pronuncia como I, este torna-se num E mudo.

Ao contrário da dissimilação do E, que ocorre sempre que possível, a dissimilação do I é ainda um processo em andamento: apenas ocorre em sílabas tónicas e é mais comum em fala rápida. É também mais comum nalgumas palavras, enquanto noutras nunca acontece.

VogalAcento TónicoContextoFicaExemploIPA
INãoSeguido de sílaba com o som IE mudo

/ɨ/
ministromɨ.'niʃ.tɾu
Seguido de sílaba tónica com o som Ipríncipe'pɾĩ.sɨ.pɨ
Seguido de /ʃ/pistolapɨʃ.'tɔ.lɐ
Seguido de /ʒ/pijamapɨ.'ʒɐ.mɐ
Seguido de LHartilharɐɾ.tɨ.'ʎaɾ
Seguido de NHcaminharcɐ.mɨ.'ɲaɾ

Finalmente, o U pode ser mudo depois de um Q ou G:

LetraSeguido PorIPAExemplo em portuguêsAproximação em inglês
QUA/kw/qualidadequality
E, I ou O/k/quebequeantique
/kw/consequênciaconsequence
GUA ou O/gw/guatemalaguatemala
E ou I/g/portuguêsportuguese
/gw/ambiguidadeambiguity

Ditongos

Após aplicar as regras de pronunciação anteriores, os sons vocálicos I e U, quando átonos, podem ser pronunciados como semivogais de maneira a formar ditongos sempre que estejam junto a outras vogais. Os ditongos decrescentes ocorrem quase sempre que possível.

Contudo, não ocorre ditongo decrescente se houver uma consoante (excepto S) após a vogal que não pertença a uma sílaba seguinte.

E é tudo! Agora já podes ter uma boa ideia de como um texto em português soa.

Assistir a alguns vídeos legendados para ver tudo isto em prática! ⇨

Exercícios:

Exercício 1: tomar atenção às sílabas tónicas:

Exercício 2: tomar atenção ao som das vogais:

Continuar para a página de vídeos legendados! ⇨

Contacto